Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Amizade

 

        "Grande parte da vitalidade de uma amizade reside no respeito pelas diferenças, não apenas em desfrutar das semelhanças."

                                                                                            James Fredericks

 

       O amigo é aquele que nos faz "sair" de dentro de nós e, ao mesmo tempo, nos faz sentir que "somos" realmente. Como diz Gille Lipovetsky é a amizade que nos dá o sentimento de existir. Fruto da escolha e da afinidade; de um desejo de verdade e alteridade é a relação que melhor acolhe a singularidade de cada um. A célebre frase de Montaigne dita relativamente à sua amizade com La Boétie "porque era ele, porque era eu" é bem ilustrativa do quanto a nossa singularidade  nos aproxima e de que é o AMIGO que nos aceita como somos.

       A amizade é uma das relações que mais contribui para a nossa felicidade.

 

Soube-me bem: Ler os e-mails que recebi ontem e hoje de manhã (um deles justamente sobre a amizade).

Foi inspirador: Receber as palavras da minha amiga Alexandra.

Agradeço: À Alexandra o e-mail que me enviou. Tocou-me profundamente e sinto-me muito grata por tê-la como amiga.

tags:
publicado por descobrirafelicidade às 17:46
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Portfolio da felicidade

Amizade, respeito e liber...

Magnolia

Recursos emocionais renov...

Três lições do Tao

A bagagem da outra pessoa

Nostalgia

Encontrar o nosso "apelo ...

Coerência interna

Autonomia interior

arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009



“Tenho uma missão, embora pequena: Ajudar outros que, como eu, andam à procura, quanto mais não seja pelo facto de lhes garantir que não estão sós.”

Herman Hesse

tags

todas as tags